Projeto na Câmara quer barrar venda de TV por assinatura via Streaming

Por Giovanne Ferrari

Informe Post – 21/09/2020 | 6h59

Um projeto apresentado na Câmara dos Deputados em Brasília, quer impedir empresas de comercializar serviços de TV por Assinatura via Streaming o Brasil.
Em 10 de setembro, a Anatel aprovou uma resolução que permite esse tipo de prestação de serviços no país,
garantindo maior acesso as pessoas que tem cada vez mais, migrado para esse tipo de serviço.
Mais barato que os canais por assinatura tradicionais, o Streaming começou a ganhar espaço com o Netflix,
e se estendeu com outras prestadoras oferecendo e ampliando toda a grave de programação.

Segundo o Parlamentar autor do projeto, essa nova modalidade pode acabar com a cultura no Brasil,
uma vez que as empresas de Streaming, não são obrigadas a produzir conteúdo nacional.
Outra coisa que também argumenta o projeto, é que com o Streaming, R$ 3,7 bilhões deixarão de ser arrecadados com impostos no país.
O projeto ainda não tem data para ser discutido, mas pode significar um alívio para as prestadoras convencionais de serviço de TV.
E em outras palavras, significar um retrocesso no que evoluiu o Brasil, e prejudicar as empresas de Streaming.