Drama – Autônomo espera desde sexta-feira, vaga para UTI na Santa Casa

Por Tayla Vieira

Informe Post – 13/09/2020 | 7h

Um homem de 51 anos de idade, também é mais um francano a vivenciar um drama, narrado há dias nas páginas do Informe Post.
A falta de leitos em UTI para a Santa Casa de Franca.

Neste caso, o paciente teve Covid-19, ficou internado por um mês e meio no Hospital do Coração, e depois foi transferido para a Santa Casa.
Posteriormente foi para a sua casa, com um aparelho de oxigênio para respiração.
Por conta de sequelas deixadas pela Covid-19.

Mas, duas semanas depois da volta dele ao lar, foi levado de volta ao Pronto Socorro por sua família.
O homem, apresentou queda acentuada na oxigenação, e então foi entubado na madrugada de sexta para sábado, no PS Municipal.
Ele precisa de uma vaga de UTI, mas não conseguiu a transferência.

A Santa Casa alega, que as 37 vagas disponíveis para pacientes com Coronavírus, estão ocupadas.
Também, não houve transferência dele, para nem um hospital da região.

Desesperada, a família pede, clama por socorro.
O homem só poderia ficar, 24h no Pronto Socorro em observação,
se a vaga não fosse conseguida, ele teria de ser mandado para casa.
Mas o quadro de saúde é grave,
e mais uma vez, a Santa Casa não tem leitos para atender a quem precisa.

Isso tudo, é importante salientar, acontece no momento em que Franca entra na fase amarela de flexibilização da quarentena.
Quando, mais estabelecimentos podem reabrir e os dados do governo, apontam queda em internações, mortes e contaminação da doença.
Todos esses, números questionáveis para quem vê a realidade de Franca.